quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

Um anjo torto, um Canhoteiro...

"Um São José de Ribamar 
Um bailarino 
Um brasileiro
Um Paraíba
Um Ceará 
Um pé de ouro 
Um peladeiro 
Mata no peito e beija o sol 
Balão de couro 
Bola de efeito 
Mas que perfeito é o futebol 
Corre dispara pára ginga e zás 
Mais um zagueiro vai pro chão 
Esse já era não levanta mais 
Outros virão 
Finta canhota, voa samurai 
Lá vai a bola bala de canhão 
Seu pé direito é a bomba que distrai 
O esquerdo é o coração 


Um belo drible decide o jogo 
No grande baile do futebol 
Só um artista, um Canhoteiro 
Acende a tarde inventa o sol"


(Canhoteiro - Fagner e Zeca Baleiro)


Ganhei o desenho abaixo de presente do querido Queco. São Paulino, que conheci através do blog SP35, onde escrevo sobre o nosso Tricolor.

Esse ponta esquerda é a minha paixão. Queria ter visto Canhoteiro entortar os zagueiros com a camisa do meu São Paulo. Mas agora eu tenho imortalizado em uma camiseta esse gênio da bola, estampado em meu peito.

Obrigada pela linda homenagem, Queco!



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Senta o dedo aí!