terça-feira, 1 de março de 2011

Tapada!

Quando fui embora da casa do Bruno no domingo à noite, senti meu carro estranho. Eu pisava fundo no acelerador e o Possível demorava a pegar a velocidade. Estava uma baita chuva e eu caguei no pau por dirigir sem enxergar quase nada e por pisar no acelerador e o carro não andar.

Bom, consegui chegar em casa sã e salva. Até meu irmão fez o teste e também notou que o carro tava estranho.
A solução é a mesma de sempre: chamar o meu pai, eterno borracheiro e pedir socorro.
Fiz isso ontem e hoje, logo cedo, ele estava em casa pra ver o que estava acontecendo. Não demorou para o diagnóstico vir:

- Ô minha filha, seu carro está normal. O acelerador tá bão, olha só (e pisaaaaaaaaaaaaaava bem fundo no bagulho). O problema é que você não presta atenção nas coisas e o carpete estava todo embolado debaixo do pedal. Era ele que prendia o acelerador, por isso que você pisava e o carro não andava. Dããããããã!

Que vergonha!
Mas meu pai tem sempre um gand finale:

- Mas não se preocupa não, filha, você não está errada! Errado é o cara que te aprovou e disse que você estava habilitada para dirigir.

Sem mais!

Um comentário:

  1. HAHAHAHAHAHAHAHAHA ADOOOOOOOOOROOOOOOOOOOO, tô dizendo, esse é o cara. Tá certo seu Toninho, hoje o mundo é Pagou, Passou!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir

Senta o dedo aí!