segunda-feira, 28 de março de 2011

#RC100GOLS

Quebra de tabú e centésimo gol de Rogério Ceni.

Meu post especial para a data está no SPFC1935. Cliquem aqui e confiram.

27/03/2011, um dos dias mais felizes de toda a minha vida.

Obrigada por tudo que você representa, M1TO. Como eu te amo Tricolor!




segunda-feira, 21 de março de 2011

Então né...

Cara, eu não quero falar das minhas aftas, nem do meu tersol e nem do conserto do meu carro que está orçado em R$ 700,00. Não quero. Minha alegria é tanta que eu não vou deixar que nada me atrapalhe.
Mais uma troca de emprego, galera. Mais uma! Eu rodo tanto esse mundão que já nem sei avaliar se isso é bom ou ruim. Pareço puta, pq sigo o lema: "vou onde me pagam mais", a verdade é essa. Apesar de que dessa vez nem foi o salário que pesou, mas sim a proposta de trabalho. Me despeço do follow-up e dos releases sobre a Páscoa e vou para a redação de um novo site para ESCREVER. Sim, vou fazer lá tudo que faço aqui, claro que com uma dose maior de noção, óbvio. Mas olha, um dia vocês ainda irão pagar pra ter acesso aos meus palavrões, viu?! Podem acreditar.
Já estou preparando meus textos para a estréia do site dia 01/04, e que fique claro que mesmo sendo Dia da Mentira, eu juro prá vocês que o trampo é real e "ecxiste".
Enfim, pá daqui, pá de lá é isso que eu tenho pra falar. Que Deus me proteja nessa nova jornada e me faça sossegar o rabo por mais de um ano neste novo desafio. Que a minha vontade de vender artesanato na Praia do Futuro em Fortaleza suma, de vez, dos meus pensamentos, pq olha, não é fácil viver com afta, tersol, dívidas entre outras coisas. A vida bem que poderia ser mais simples.

sábado, 12 de março de 2011

Mais uma...


‎- E aí filha, gostou da volta do Fabuloso pro Tricolor?

- Nossa Pai, eu adorei! Fiquei tão feliz que até sonhei com ele hoje à noite.

- Sonhou com o Fabuloso e acordou com o Bruno, né filha? Eu sei bem o que é isso. Toda noite eu sonho com a Chapéuzinho Vermelho, mas sempre acordo com a Vovózinha!

Hahahahaha! Meu Pai é genial :=)

Bem vindo ao maior do mundo, meu camisa 9!




quarta-feira, 9 de março de 2011

Paz, Carnaval, Futebol...

Arroz é uma coisa, macarrão é outra. Religião é uma coisa, política é outra. Carnaval é uma coisa, futebol é outra. Simples assim. Tem gente que até tenta misturar as coisas, mas não dá liga, não temina bem.
A gente já sofre com as falcatruas e com a violência que existe no meio futebolístico hoje em dia e agora vão levar estes mesmos problemas pro Anhembi, onde desfilam as escolas de samba. Ou seja, torcidas organizadas de futebol viraram agremiações do samba. Lamentável!

Já não bastava aguentar um monte de CUrintiano chato no campo e na passarela do samba, agora o pacote fica completo: Parmera e São Paulo chegaram pra apimentar a disputa. Sério, tenho vontade de matar quem permite um troço desses.

Gaviões da Fiel, Mancha Verde e Dragões da Real são torcidas organizadas que viraram escola de samba e, a partir desta sexta-feira, já irão desfilar juntas, no mesmo ambiente. A polícia já está alerta e se mobilizando para evitar qualquer atrito. Gaviões ficam na arquibancada A, Mancha fica na B e Dragões na C e pronto, ninguém vai rivalizar. Aham, e eu sou a Claudia Ohana!

Daqui a pouco vão fundar igreja evangélica e partido político com nome de time. As igrejas irão converter gambás em porcos e vice-versa. Já os partidos políticos irão brigar por regalias para beneficiar o torcedor. E o futebol, vira o quê? Que lástima!

Sem contar que fui emitir a minha opinião via twitter e fui achincalhada por uma menina São Paulina, assim como eu. O fato da torcida organizada do meu time ter sido campeã do carnaval do grupo de acesso não me deixa feliz, não. Muito pelo contrário. Essa é a minha opinião e eu tenho direito de expressá-la. Não impus que as pessoas acatem o que eu digo, apenas divulguei minha revolta e como resposta recebi um solene recadinho "Se não curte, não dê palpite".
Viram só?! Não precisou ir muito longe pra poder dar um exemplo de que esse lance de futebol/samba vai dar bosta.

Cara, eu nem discuti com a menina pelo fato dela estar tagueando feliz #UhuDragõesSubiu, mas sim pelo fato dela me podar dessa maneira mal educada e não me querer palpitando aquilo que penso (curtindo ou não) no meu próprio perfil na rede social. Lá no twitter, só me segue quem quer e eu nunca vi essa menina mais gorda na fila do Extra (e ela nem me segue, por sinal). A moça chegou até o meu perfil por causa de um RT que um São Paulino deu no meu post.

É desta maneira, com bate boca idiota que começam as provocações e as brigas que levam a morte. É nêgo aparecer com a camisa do Palmeiras e você chegar com um pedaço de pau e bater na cara dele até morrer pq o cara não quis ser São Paulino na vida. Isso é ignorância!

Não tem espaço pra paz no futebol e o pouco que resta dela no carnaval vai sumir. Isto é só o começo, ano que vem eu volto aqui pra retratar como foram os desfiles das escolas de samba organizadas.

Ah, e pra finalizar, a menina São Paulina mandou eu pensar no que twitto e nas palavras que uso. Disse que eu deveria saber me expressar.
Bom, o meu post tá aqui, esta é a minha melhor forma de expressão. Resta saber se a garota vai aceitar a minha opinião e discutir sobre o assunto com parcimônia e sem intimidações.

#PAZ #CadaMacacoNoSeuGalho

quarta-feira, 2 de março de 2011

Abaixo de Deus só ficou você

Amo tanto, como se fosse sua filha. Me dá alegria e satisfação fazer algo por você, nem que seja um carinho.

Vejo tanto amor nas coisas que você faz por nós, nas palavras que nos diz, nos abraços que nos dá.

É, sem dúvida, aquela que estava lá "quando a gira girou" e nos deu toda a força necessária.

Não tem o meu sangue, mas é mais valiosa que muitos dos meus parentes. Pq é sincera, é guerreira, é amorosa, é pau pra toda obra. A gente consegue ver o amor em seu olhar quando fala com a gente. E quando você está aqui em casa, eu tenho vontade de largar tudo só pra aproveitar a sua presença.

Você dorme preocupada e atenta para não perder a hora. Chega colocando ordem onde a bagunça reina: na casa, na minha cabeça, no meu corpo e no meu coração.

Quando você chega, parece que não vem sozinha. Eu sinto uma calma e uma brisa leve por perto. É essa é a melhor sensação do mundo!

Eu agradeço tanto a Deus por ter colocado você na minha vida para eu ser a sua Nina.

Deus levou a minha mamãe pro céu, mas me deixou você aqui na Terra.

***

Mazé fez aniversário no último sábado. Além da festa surpresa, ganhou de nós (dos filhos legítimos e dos postiços) uma passagem para sua Maceió querida. Depois de mais de 20 anos, a minha véia voltará pra sua terra, Marechal Deodoro, para desfrutar de bons momentos. Como foi bom proporcionar isso pra ela! Eu queria poder fazer mais... sempre mais, por ela!

***

A música ideal pra expressar toda a minha gratidão pela Mazé é essa aqui:

"O céu de repente anuviou
E o vento agitou as ondas do mar
E o que o temporal levou
Foi tudo que deu pra guardar
Só Deus sabe o quanto se labutou


Custou mas depois veio a bonança
E agora é hora de agradecer
Pois quando tudo se perdeu
E a sorte desapareceu
Abaixo de Deus só ficou você

Quando a gira girou, ninguém suportou
Só você ficou, não me abandonou
Quando o vento parou e a água baixou
Eu tive a certeza do seu amor

Quando tudo parece que estar perdido
É nessa hora que você vê
Quem é parceiro, quem é bom amigo
Quem tá contigo quem é de correr
A sua mão me tirou do abismo
O seu axé evitou o meu fim
Me ensinou o que é companheirismo
E também a gostar de quem gosta de mim

Quando a gira girou, ninguém suportou...

Na hora que a gente menos espera
No fim do túnel aparece uma luz
A luz de uma amizade sincera
Para ajudar carregar nossa cruz
Foi Deus quem pôs você no meu caminho
Na hora certa pra me socorrer
Eu não teria chegado sozinho
A lugar nenhum se não fosse você"


terça-feira, 1 de março de 2011

Tapada!

Quando fui embora da casa do Bruno no domingo à noite, senti meu carro estranho. Eu pisava fundo no acelerador e o Possível demorava a pegar a velocidade. Estava uma baita chuva e eu caguei no pau por dirigir sem enxergar quase nada e por pisar no acelerador e o carro não andar.

Bom, consegui chegar em casa sã e salva. Até meu irmão fez o teste e também notou que o carro tava estranho.
A solução é a mesma de sempre: chamar o meu pai, eterno borracheiro e pedir socorro.
Fiz isso ontem e hoje, logo cedo, ele estava em casa pra ver o que estava acontecendo. Não demorou para o diagnóstico vir:

- Ô minha filha, seu carro está normal. O acelerador tá bão, olha só (e pisaaaaaaaaaaaaaava bem fundo no bagulho). O problema é que você não presta atenção nas coisas e o carpete estava todo embolado debaixo do pedal. Era ele que prendia o acelerador, por isso que você pisava e o carro não andava. Dããããããã!

Que vergonha!
Mas meu pai tem sempre um gand finale:

- Mas não se preocupa não, filha, você não está errada! Errado é o cara que te aprovou e disse que você estava habilitada para dirigir.

Sem mais!