domingo, 5 de dezembro de 2010

Muricy é TETRA!

Eu queria fazer um post muito foda pra falar de Muricy Ramalho. É isso que ele merece. Um texto muito foda que represente o quão foda ele é.

Tetra campeão brasileiro, ético, profissional, um vencedor. Merece todos os títulos que possui, todas as faixas que vestiu, todos os prêmios que ganhou. Pq ele é foda!
Ele consegue fazer um time meia boca se tornar campeão. Isso se chama competência!
Ele consegue dizer NÃO pra CBF e pro ladrão digníssimo RICARDO TEIXEIRA sem nenhum problema. Ele cumpre sua palavra e honra o contrato com o clube e o leva à conquista do Campeonato Brasileiro de 2010. Isso se chama ética!
Ele faz a alegria da torcida Tricolor [Paulista e Carioca] de uma só vez. Isso se chama admiração!
Ele sonha com o mestre Telê Santana no dia do título, como se fosse uma confirmação de que tudo daria certo. E deu!

Parabéns Mestre Muricy Ramalho. Merecedor de todas as honras e glórias que possui.
Eterno em nossos corações!

***

RIO - A conquista de seu quarto título de campeão brasileiro em cinco temporadas fez com que Muricy Ramalho se consagrasse como o maior vencedor da era dos pontos corridos. No Fluminense, neste domingo, ele fez questão de lembrar daquele que considera seu mentor, o falecido técnico Telê Santana. Empolgado e emocionado, contava um detalhe íntimo:

"Essa noite eu sonhei com o Telê, dei um abraço nele e ele estava feliz. Eu vi ele vivo, senti que estava vivo, foi demais, e ele estava feliz. E nós fomos campeões hoje", contou o técnico na entrevista coletiva no Estádio do Engenhão, após o 1 a 0 no Guarani.
Ele não faz comparativo, porém, com o estilo de jogo de sua equipe e do técnico. "Os times do Telê eram mais cadenciados, é diferente".


Festejado pelos jogadores com um banho dos jogadores na mesa onde concedia a entrevista - que fez os microfones falharem - Muricy negou arrependimento ou alívio por ter ficado no Flu e recusado o convite da CBF para dirigir a seleção brasileira. "Fiz a coisa consciente, mesmo se não desse certo. Minha palavra eu tenho de cumprir, foi o que meu pai ensinou. Jantei com o Mano Menezes e disse para ele que tudo vai dar certo lá", explicou.


O técnico negou ainda que tenha tido problemas com os jogadores do time tricolor nesta temporada. "Deco, Fred, Washington, Conca, tudo gente boa, não tem essa de problema aqui. Dei conselhos para o Fred, que precisava acalmar um pouco, ir na igreja, sair de foco, para reencontrar o melhor caminho. E deu tudo certo".


A nova conquista não faz com que ele pense em aposentadoria. "O que mais me incomoda é ficar longe da família. Mas faço meu trabalho aqui e agora só quero festejar", completou. Ele volta para São Paulo nesta semana - após a premiação da CBF, nesta segunda-feira no Rio, e descansa até o começo de janeiro, quando o Fluminense se reapresentará para a temporada 2011.


[Fonte: Estadão.com.br]

Um comentário:

  1. Também gostei dele ter sido campeão com o Fluminense. Calou a boca de muito neguinho por aí, que insiste na puta da mania de criticar a esmo.. Parabéns pelo post.

    ResponderExcluir

Senta o dedo aí!