sexta-feira, 25 de junho de 2010

FUÉN!

Assessor de imprensa é a raça mais esperançosa da face da Terra. E como é.
Você sempre acredita que vai vender a pauta, que vai emplacar, que vai ter um baita destaque e que seu cliente vai amar. Mas geralmente acontece o contrário. O jornalista do outro lado mal te ouve quando você faz o follow, mas fala que interessa por osmose, quando na verdade, nem ele sabe se interessa. Ou então, ele gosta mesmo, te pilha, faz você conseguir informações impossíveis e aí basta realizar todos os desejos do cara (ou da mina) que tudo desaba. Aí a pauta caiu, o editor não aprovou e blábláblá wiskas sachê.
Também tem aqueles que te emplacam, mas emplacam com uma má vontade que era melhor nem ter emplacado, sabe assim? Um baita esforço pra uma citaçãozinha de merda. Mas, fazer o quê, pelo menos tá lá citado e você mete no relatório mensal.
Mas se ninguém nos emplacar, não tem problema, a gente segue o mailling e recomeça o ciclo. Passa a pauta pra Deus e todo o mundo, e acredita que um deles há de gostar e te publicar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Senta o dedo aí!