quarta-feira, 25 de novembro de 2009

Eu trabalho pra pagar contas. E você?

Como as coisas funcionam neste País, né?!
Na segunda-feira cheguei em casa e tinha uma correspondência do meu plano de saúde. Tratava-se de um REAJUSTE, um acréscimo de 40% no valor da mensalidade.
Tipo, como assim, né? Acho um abuso e uma tremenda falta de respeito!
Também vou enviar uma correspondência para o meu patrão e vou dizer que, devido ao aumento no meu plano de saúde, meu salário também precisa de um acréscimo de 40% e pronto, ficamos assim.

Esse lema de “viver para o trabalho” me irrita. Deveria ser o contrario, não?
A gente acorda cedo, enfrenta um puta transito pra chegar no trabalho que fica do outro lado da cidade, resolve mil e uma pendências, ás vezes nem almoça ou come mal pra voltar logo pro escritório pra responder as sabatinas de patrão, sócio do patrão, assistente do patrão, franqueado do patrão e etc... Aí você sai um caco do trabalho, enfrenta mais algumas horas de transito, chega em casa, lava louca, pensa na janta, no dia seguinte e vai seguindo sua rotina. E o salário... ó (já dizia o Professor Raimundo).
Você mal ganha pra pagar suas dívidas e conquistar seus bens. Paga água, paga luz, paga telefone e o mínimo de “luxo” que você pode ter é um plano de saúde, né?! Aí vem um CORNO, te manda um telegrama legal dizendo que a mensalidade vai aumentar. O que você paga já é caro (você paga pra ter um leito no hospital, olha que ironia) e você mal usa o tal plano (graças a Deus, né?) e ainda vai pagar quase 80 reais a mais. É piada. Só pode ser. Cadê o Ivo Holanda e a Ruth Ronci pq eu também quero rir!

2 comentários:

  1. então essa semana foi mesmo de novidades em relação a planos de saúde...
    a empresa mantinha um convenio corporativo para 30 vidas e eles agora estão exigindo 50 vidas, porém, não temos como complementar com mais 20 vidas então de 82 reais que eu pagava com direito a apartamento vou ter que desembolsar 190 reais e ficar em enfermaria.
    vapaputaqpareooo
    to tao de saco cheio a grana ja não dava para porra nenhuma e ainda vou ter um gasto a mais de 100 reais fodaaaa nina

    ResponderExcluir
  2. UHAUAHAUHAUHAUHAUHAUAHUAHUAHUAHAUHAUHA
    Nina, você tá ficando muito ranzinza.
    Mas eu tb trabalho para pagar contas. E sem contas não vivemos.
    Viver é uma grande conta para pagar: sair, tomar uma cerveja, cinema, teatro, shopping, viajar, etc, etc, etc. Resultado: precisamos pagar para viver.
    Agora esse lance de plano médico, é uma ironia mesmo. Pagar para ter um leito. E pagamos até para morrer. Já pensou nisso?

    ResponderExcluir

Senta o dedo aí!