terça-feira, 20 de outubro de 2009

Ó sim, eu estou tão cansada

Eu já fui mais disposta. Pude comprovar isso com o passar dos dias. Já fui mais agitada, motivada, sem dores, sem cansaço. Já fui mais participativa, mais presente e menos reclamona. Não sei o que ocorre, mas a fadiga tá gigantona.
Não tenho pique para ver as amigas ou ir em um barzinho com elas. Não quero beber pra não bodiar no dia seguinte, não quero voltar tarde pra casa e não quero dormir depois da meia-noite. 
Não quero dormir na casa de amigas pq eu quero a minha cama, o meu travesseiro e o meu edredon. Quero no dia seguinte poder tomar banho no meu chuveiro e abrir o armário pra escolher a roupa do dia. 
Não quero ir em balada pq é barulhenta, é escura e fechada. Vou morrer de calor e me indispor com gente bêbada, com minas se achando na pista e filas para ir ao banheiro, pegar uma bebida no bar, pagar a conta e pegar o carro no valet. Ah, e eu vou ter que ir de carona em qualquer um desses lugares pq eu sou uma embicicletada que vive de Bilhete Único.

Alguem aí já passou por isso ou pelo menos entende o que eu estou falando?
Hoje ainda é terça-feira e meu corpo está cansado como se fosse sexta. Eu saí quase 19h30 do trabalho. Andei até o ponto de ônibus na Nove de Julho, peguei o busão, fui até o Terminal Bandeira, andei até o metrô Anhangabaú, peguei o metrô, desci no Carrão, andei até a padaria, comprei o pão, fui até o ponto da lotação, peguei a mesma, desci no ponto aqui perto e andei até em casa. Quase 1h30 depois, cá estou eu. 
E pra piorar a situação, sei lá como, mas dei um mau jeito na minha lomba. Isso pq ela nem é tão pesada quanto a minha bolsa e muito menos de tamanho avantajado como a minha língua. O foda é que tá doendo aqui do lado direito e eu nem sei o que fazer. Mas acho que amanhã passa.
Sei que pareço repetitiva, só reclamo do trânsito, do transporte público, do meu cansaço, da minha falta de carro, mas tudo isso, de verdade, me entristece. E, pra falar a verdade, eu nem sei se um carro seria a solução dos meus problemas. 
Trânsito tem em todo lugar e para todo mundo que está na rua. Seja no bumba ou no carro. Fora que eu preciso me planejar direitinho para ter um automóvel sendo que nem garagem para guardá-lo eu tenho.
Ai, muita coisa na minha cabeça. Posso pensar no carro mais pra frente? Afinal, eu preciso dormir pq amanhã a saga continua...

Um comentário:

  1. sei bem o q vcesta falando
    estou sem carro desde maio e nenhuma luz no final do túnel indicando a compra de um
    tem dias q quase choro esperando um onibus q demora mais de 40 min e qdo vem esta lotado e tenhoq esperar o proximo
    vou pra balada de carona mas somete qdo tenho certeza q o destno da volta será minha casinha senao nem vou
    vc ainda ta com seu companheiro e eu ? bem eu to aqui na minha imobilidade provisoria e louca para voarrrrrrrrr
    ms estava tb muito cansada e te digo maistome um suplemento alimentar as vezes pode ser isso

    bj

    wal

    ResponderExcluir

Senta o dedo aí!