quarta-feira, 2 de setembro de 2009

RECLAMAÇÕES AQUI!

Eu estou tão, tão, tão... sem palavras e mesmo assim eu vou falar.

Eu acordo cedo, passo maquiagem, uso um sapato que me aperta e vou trabalhar. Pego ônibus, pego metrô, ando, suo e chego no trabalho.
Gasto quase R$ 100,00 a mais de celular pra resolver pepino de trabalho e o reembolso que é bom, nada. Um joga pra outro e outro joga pra um.
Ouço ergue (gíria Portofelicense) de franqueado sendo que estou lá pra tentar ajudar. Mas para eles, eu sou uma tapada que está sempre atrasada nos prazos.
Vou embora, quase 20h, achando que está tudo mais calmo pelas ruas de São Paulo, mas não... Nunca UMA coisa só dá errado. Parece que desaba tudo de uma só vez.
E lá estava eu, parada na 9 de Julho por mais 40 minutos. Como pode isso, gente?
O sapato me aperta, o sutiã me marca, a bolsa pesa... Meu Deus, não dá!
E eu me pergunto: Será que isso um dia vai ter fim? Será que isso um dia vai ser menos pesado?
Que cansaço. Físico e mental.
Não é normal eu levar quase 2h p/ chegar em casa. Não pode ser. E o pior é olhar as pessoas em volta com um ar de acostumadas, como se isso fosse natural, como se fosse sempre assim.
Não gente. Isso não é normal!
Pq tem tanto carro na rua? Pq tanta gente compra carro?
Eu sei o pq. Pq tá uma baba, né?! Se até eu que sou uma flagelada da ZL vou comprar o meu (Amém, amém e amém, três vezes) pq o Fulaninho não pode ter o dele tbm?!
E pra me deixar mais fula da vida é caminhar do ponto de ônibus até a minha casa por essa rua de paralelepípedos. Que merda! O salto entra nos buraquinhos da rua e você vai se arrastando. Mais e mais...

Olha, desculpa, mas "deixa eu dizer o que penso dessa vida, preciso demais desabafar!"

4 comentários:

  1. Calma, Nininha.
    A gente vai resolver isso juntos, tá?
    Coisas boas estão por vir!
    1bj
    r.

    ResponderExcluir
  2. Oh meu amore, num fica assim não. Eu tb padeço com essas idas e vindas... Hj levei 3h pra chegar ao trabalho, quando normalmente levo 50 min.
    Amo vc e tenho saudade.

    ResponderExcluir
  3. Querida!
    Primeira coisa: arruma um espaço na sua bolsinha já pesada e carregue seu sapato apertado lá. Na rua, no metrô ou no ônibus, vá de xinelinho ou all star. É um início...
    Realmente, é insuportável levar tanto tempo pra se locomover para trabalhar. Eu também sempre me irritei com esse ar de costume, ar de sofredor, ar de quem gosta só pra ter o que falar. Tipo o seu amigo que trabalha na PQP e acorda às 4h e a-do-ra falar que acorda às 4h da manhã. Pelamor! Aguenta mais um pouquinho... Mas não perca a vontade de mudar isso de alguma forma! beijos

    ResponderExcluir
  4. Afe que eu não consigo nem imaginar levar 2 horas pro trabalho e depois mais 2 pra casa (por isso mudei pra roça né).
    Força aí!

    ResponderExcluir

Senta o dedo aí!