terça-feira, 15 de setembro de 2009

Ser mulher é assim

Sempre falei isso e sempre vou falar: se pudesse escolher o meu sexo, nasceria homem (mil vezes). Podem cair matando em cima de mim, feministas e não-feministas, amigas da Maria Mariana e os cambau, mas essa é a MINHA vontade. E ninguém tem nada a ver com isso.

É lindo ter filha menina, MAS É CARO (fitinhas, tiaras, sapatinhos, meinhas, fivelas, pulseiras, batons, vestidinhos e o restante que todo mundo sabe).
É foda criar filha menina. Tem que ser inteligente e, de preferência, ser a tapada que não se destaca na Educação Física só pra manter a pose de mulherzinha. Tem que ter caderno rosa e carrinho pra empurrar a mochila.
Coleção de bonecas, papéis de carta e canetas cheirosas.
Vai aprender a brincar de CASINHA e fazer COMIDINHA. Quer mais loucura que isso?
Não poderá andar sozinha na rua pq pode aparecer um estuprador e levar a boneca sabe lá Deus pra onde.
Tem que ensinar que não pode ser galinha, nem safada, nem biscate e todas as classificações do gênero. E se possível, filtrar todas as companhias do tipo acima pra menina não se influenciar.
Se for pra uma festinha ou pra casa de algum (a) amiguinho (a), tem que ter horário pra voltar e alguém pra ir levar e buscar.
Tem que conscientizar a garota que virgindade é coisa séria e que ela só vai poder dar quando casar (apesar de que isso hoje em dia nem tem tanta força, pula pra próxima, vai....).
Vai aprender que pra sair deve estar maquiada. Passar batom cremoso, brilhar a bochecha com um pó rosa, passar um lápis preto embaixo dos olhos, e levantar os cílios com uma gosma preta pior ainda. Ah, sem esquecer da base - isto é, tapar todas as acnes, manchas e espinha com um pó espalhado por toda sua cara.
Vai ter que usar salto pra parecer maior, mais dona de si, mais fina. E seu pé vai doer. Mas você tem que usar e pronto! Mesmo que seja pedestre e ande de bumba.
Vai ter que malhar pra manter a barriga sarada, os braços fortes, as coxas torneadas e o bumbum em pé.
As mais loucas da cabeça se afundam em dietas, regimes, plásticas e lipoaspirações (não necessárias, na maioria das vezes). Irão evitar pão, chocolate, refrigerante e cerveja.
Acho que as minas mais finas nem cerveja tomam. Preferem vinho ou uma champa, ou alguma outra bebidinha doce e colorida, sabe assim?!
Ah, é claro, as unhas. Tem que estar pintadas e feitas toda semana - não importa se você desembolsa R$ 35 pilas pra fazer a dobradinha a cada ida à manicure, tem que fazer, sim. As do pé e as da mão. Isso, as unhas. Esse casco que você tem em cima do dedo, deve ser pintado de colorações do tipo Samba Juliana, Desejo, Deixa Beijar, Paris, Renda. Pode escolher!
Bem, e caso você tenha cabelo crespo (ou cabelo ruim mesmo), vai ter que alisar ou viver de chapinha. Não me pergunte o porquê disso, nem fui eu que disse, mas é o que rola por aí.
Ah, e é bom sempre andar com um guarda-chuvas na bolsa. Liga o refrão: "Ih, choveu. Cabelo encolheu!", pois é...

Aí, a pseudo-Barbie cresce. Vai menstruar e ter cólicas (dói), vai ter que depilar os pêlos pubianos (inclui pernas, virilhas, axilas, buço e sobrancelhas) pelo menos uma vez a cada 20 dias ou um mês (dói).
Vai ter inflamações de todos os tipos na xixa (inflamação urinária, corrimento, candidíase e etc... nada que seja sexualmente transmissível, ou seja, você nem tem como prevenir) e adivinha? DÓI.
Vai ter que fazer exames periódicos (tipo Papa Nicolau e Ultrassom Transvaginal) que são de suma importância para a saúde da mulher. Concordo. Mas dói!
Depois, vai perder a virgindade. DÓI. Ok, tem gente que diz que não sentiu nada, mas a maioria sente sim. E como sente!
Aí você vai engravidar. Vai DOER carregar aquele barrigão por 9 meses. Você vai enjoar, engordar, inchar e depois vai parir. E isso sim vai doer pra caralho. Muito mais que todas as dores acima.
Sei que todo mundo vai falar que é lindo parir (eu também acho lindo, mas dói), que amamentar é divino (sim, divino, mas racha todo o bico do seu peito) e que é um dom de Deus (Amém, abençoado seja) – mas eu não estou preparada pra todo esse lado bom. Espero, de verdade, que um dia eu esteja bem preparada.

Mas assim, você nasceu mulher, né (chuuuuupa)?! Não tem muito o que fazer.
E isso pq eu só citei as dores físicas. Nem falei do sentimentalismo, do primeiro pé na bunda, das paradas de gostar do namorado da amiga, de querer dar e não ter pra quem, das noites solitárias de frio (e de calor também), do medo de ficar solteira, de gostar do cara errado, de pegar cara que namora e se envolver (sozinha) e blablabla.

Mas é assim mesmo. A gente quando nasce não tem muita escolha no começo. Ou vocês acham que eu nunca usei fitinha no cabelo, não tinha bonecas e nem papéis de carta? Tinha sim. Tive e tenho tudo isso que citei acima.
Mas assim, em certa idade, eu pude escolher certas preferências e assumir algumas coisas.
Tipo, nunca fui a CDF da classe e, contrariando as estatísticas, eu AMAVA Educação Física. Joguei futebol e fiz coleção de figurinhas de jogadores dos Campeonatos Brasileiros da década de 90.
Bati bafo com os meninos, joguei baralho no corredor da faculdade e sempre tive a maioria de amigos do sexo oposto.
Gostava de jogar bola na rua com a galera. 3 cortas, 3 dentro e 3 fora, taco, futebol e vôlei.
Depilação eu fiz com 14 anos (e quase morri). Isso eu acho necessário. Não por vaidade, mas sim por higiene.
Sobrancelha tem que tirar? Fui saber a uns anos atrás também e digo que ela não é impecável.
Manicure? Uma vez a cada duas semanas e olhe lá. Isso não quer dizer que minhas unhas não sejam limpas. Elas apenas não são coloridas.
Fui passar maquiagem ano passado pq tinha que usá-la no trabalho e em casamentos. Salto, comecei a usar esse ano.
Academia? Nunca freqüentei e não cogito freqüentar.
Tomo cerveja. E adoro!
O cabelo sempre foi liso, mas não teria problema nenhum em tê-los enrolado. Aliás, acho lindo ter cachos.

Uma coisa eu queria saber é: quem estipulou tudo isso acima? Quem foi o CORNO que impôs a maioria das coisas? Ninguém sabe, mas todo mundo aceita – inclusive eu.

A minha idéia é: ser mulher, mas com a praticidade dos homens. Eles é que vivem bem! As únicas preocupações dos cabras são: fazer a barba quase todo dia, se alistar no exército quando completam 18 anos e bolada no saco.
Eu até ia citar como preocupação o fato de sustentar uma casa, mas hoje em dia, isso nem rola mais. Calvície e impotência também devem preocupar, mas não atingem todos os indivíduos.

Então, se alguma força maior estiver me ouvindo, eu imploro: Me dêem um MEMBRO RIJO entre as penas na próxima vida. De preferência grande. Só pra dar uma machucadinha de leve nas menininhas. Hehehehe!


Ps: Este post foi escrito após algumas horas no hospital, com dificuldades para fazer xixi devido a uma infecção urinária que veio assim, do nada.
E que segundo o Doutor, ‘é comum entre as mulheres. Nos homens, nem tanto. Mas toda mulher terá, pelo menos uma vez na vida’.
E o porquê disso tudo? Ninguém sabe!

6 comentários:

  1. SEN-SA-CI-O-NAL!!!!!
    Meooo, como mulher sofre, né?! hahahahaha
    VTNC!!! Puta merda. Tudo isso é verdade. Até me inspirou para escrever a mesma pauta no meu blog.

    Mesmo assim quero ter uma filha MENINA!!!! hahahaha

    ResponderExcluir
  2. toda vez que alguém ler este comentário eu ainda estarei rindo: "colorações do tipo Samba Juliana, Desejo, Deixa Beijar, Paris, Renda." "...e se envolver (sozinha)"...

    quando casa é que o homem vê que nem tudo é glamour, aí a casa cai, afinal o que importa é o fim e não os meios. ninguem quer entender o que se passa, só comprar a ideia de que tudo isso aí tem que ser assim pra todo mundo ser feliz.

    deixo os agradecimentos dos cachos..
    bj e melhoras!

    ResponderExcluir
  3. roberta nina galisteu espero que você já esteja boa da porcaria da infecção urinária.
    a respeito desse seu post concordo com tudo ao quadrado.
    eu sempre fui muito criticada pois empre desejei ter um pÊnIs, pois é... agora sei que tenho uma companheira nesse meu desejo e você soube descrever com classe toda essa nossa vontade.
    parabénssss
    e obrigada pela força que meu deu a respeito do meu ombro
    te amo loura

    wal

    ResponderExcluir
  4. Ainda bem que eu não sou moça fina e bebo cerveja aos baldes! Hahahaha

    Bjo

    (minha ermã faz uma piadinha que se eu por acaso tivesse nascido homem seria uma drag queen, de tanto que eu gosto dos frufrus!)

    ResponderExcluir
  5. nossa, nunca tive essas dores não, mas em compensação, o coração, vale por tudo hahaha

    ResponderExcluir
  6. Mewwwwwwwwwww.....por isso que eu amo vc!!!! Disse tudo sem faltar uma vírgula...te vejo jogando bola na quadra do Jackson...hahahahaha!!!! POr isso sempre te disse, quero ter filhos HOMENS!!!!

    ResponderExcluir

Senta o dedo aí!