quarta-feira, 12 de agosto de 2009

“Ela nem me deu bom dia e já se foi pra Padaria...”

Juro que eu não estava mais comprando o pão de cada dia na padaria que fica na esquina de casa. Estava indo na outra padoca, mais longe, andando mais, cansada, depois do trabalho, com meu salto agulha e meu vestidinho preto indefectível (oi?) só pra evitar as abordagens do moço-dono-proprietário, sei lá o quê daquele lugar...
Mas ontem, não deu. O Irmão insistiu em me deixar lá:

- Oi, tudo bem? Você sumiu!
(Simpatia! Lançou o gracejo assim que eu pisei no estabelecimento)
- Eu? Sumi? Errrr... sumi nada!
(Gaguejando, sem graça)
- Sumiu sim. Tá trabalhando muito?
(Desta vez, ele não perguntou da faculdade. Droga!)
- É trabalhando um bocado, sim...
- Poxa, nunca mais te vi aqui. Não tem comprado mais pão?
- Ah... é que eu decidi comer Pão Pullman ultimamente... dá menos trabalho!
- Ah, tá!
(Cara de desolado da vida)

Mano, eu juro que falei pro cara que eu tava comendo Pão Pullman.
Caralho... como eu ri disso!

3 comentários:

  1. UAHUAHUAHAUHAUAHUAHUAHUAHUAH

    SENSACIONAL!!!

    SEMPRE QUIS ter essas resposta na ponta da língua, assim que nem vc.

    ResponderExcluir
  2. Nina aceita o rapaz! Pelo menos você economiza!!! rsrsrsrs

    ResponderExcluir
  3. Lembrei daquela música do Raimundos, que falava do padeiro com a prima... Lembra? Graças a Deus o Rodolfo se converteu! Vc precisa ouvir os louvores dele....
    Amo.

    ResponderExcluir

Senta o dedo aí!