segunda-feira, 24 de agosto de 2009

Cói-Cói

Eu durmo com um Cói-Cói toda noite. Desde criança, o Cói-Cói sempre me acompanhou.
Não sei como surgiu essa mania, mas toda vez que ficava doente, ou chorava durante a noite, minha mãe ia até meu quarto, abria a gaveta e me dava uma camiseta dela pra eu dormir cheirando.
Ela dizia:
- Toma o Cói-Cói da mamãe pra você dormir, Chimbica!
Ai, era tão bom!

O tempo foi passando, mas eu não perdi essa mania. Eu sempre durmo com uma camiseta minha por perto. Principalmente nas noites em que a sinusite ataca. Nessas horas, eu cubro minha cabeça com o Cói-Cói, durmo tranqüila a noite toda e saro da dor de cabeça.

Mas eu tenho saudade é do Cói-Cói da Mamãe. Daquele paninho... daquele cheirinho!
Ai, ai... Que falta que faz!

Um comentário:

  1. Cói-cói.....bicho feio e fidido......., camiseta pra ficar assoando essa bita aí, e sempre me chamava pra molhar a bolacha recheada no café pra passar a renite.

    Tudo mania de doida.

    ResponderExcluir

Senta o dedo aí!