quinta-feira, 7 de maio de 2009

GRANFINAGE!

Ontem foi dia de um mega evento em São Paulo (som de fundo: ÓÓÓÓÓÓÓÓ!).
Tô zuando! Foi só o dia do lançamento do Guia Amaury Jr. de Restaurantes de São Paulo 2009. E???

E que é uma merda. E que é um saco. E que eu tive que ir lá buscar um exemplar desse bendito Guia. Afinal, meus dois clientes faziam parte da seleta lista de restaurantes que o babaca querido apresentador de televisão escolheu para figurar sua publicação.
Eu tava quase desistindo de ir pq odeeeeeeio fazer parte dessas pagações. Odeio muito tudo isso! Mas pensei, pensei e acabei indo. Afinal, eu emplaquei o baguio, né?! Nada mais justo do que eu ir lá e retirar o exemplar que é meu de direito.

A Brisa acabou indo comigo, graças à Deus, pq sozinha eu não ia nem a pau. Caminhamos uma penca de quarteirões (sim, pq nós somos pedestres e nem de carro a gente chegou na parada) e então.... Gente, o lugar estava lotado de pagueta, de grã fina e engravatados se achando amigo íntimo do Amaury. Tinha umas duas limousines paradas em frente ao restaurante e uma Van da RedeTV com o pessoal do Pânico aloprando geral.

Eu entrei em Pânico! Quase dei meia volta pro meu ponto de ônibus. Aquilo tudo me nerva, me irrita!
Mas a Brisa insistiu:
- Vamo lá Roberta, pára de ser besta!
- Num vou, meu!
- A gente pega o Guia e sai fora.
- Bri, olha esse povo! Nós estamos de calça jeans!
- Foda-se mano. A gente é jornalista. Nós somos da ralé!
- É isso mesmo, mano. Vamo lá!

Fui. Entrei.
Que merda. Que bosta!
Bombado de tia com cada roupinha brega, usando salto alto, bolsinhas preta de festa com alça de ouro. Ai gente.. que bando de bestas! Os caras todos engravatados, sorrindo pras moçoilas e carcaaaando bebida pra dentro.

Eu sei que eu fui lá, peguei meu guia, a mulher me perguntou em nome de quem que eu queria o autógrafo. Eu falei: "Hã? Pode ser no meu nome mesmo", e não entendi nada.
A Brisa logo chegou com duas taças de champagne, a gente brindou e adentramos ao recinto por uma porta giratória (estilo de banco, tá ligado?!).

O povo do programa do Amaury lá, gravando, entrevistando, sorrrindo, dando beijinho de bochecha (aquele beijo falso, manja?) e o barato foi lotando de uma tal maneira que estava me sufocando.
Vi uns aspirantes a famosos lá, vi um pessoal que trabalhou comigo na TVJB mas nem me atrevi a puxar conversa.

A estrela da noite estava lá, no palquinho, atrás de uma cortininha só pra fazer um misteriozinho. Huuummm... lindo!

O ápice da festa foi quando o câmera da RedeTV olhou pra mim e pra Brisa e disse:
- Façam um brinde pra nós. Isssoooo... sorriam!
E nós lá, de calça jeans e sapatinho meia-boca sorrindo, brindando com champagne para aparecer na TV. Ô alegriiiiiia!!!!

Enfim, não suportamos ficar la nem por uma hora. Tomamos a champa, saímos pela porta de banco e beijotchau!

Ninguém merece aquilo. Ninguééém!
Conheço gente que daria a vida pra frequentar essas festas. Nossa, eu dou a minha para não ir!
O que me incomoda é aquele povo se achando a última Coca-Cola do deserto... Arghsssssss!!!

E se eu tivesse muita grana, também ia dar uma festa. Mandava fechar um boteco lá no Tatuapé Querido, metia umas carne na grelha, comprava uns engradados de Skol, chamava uns Neguinho pra tocar um pagode e já era! Tudo por minha conta, sem precisar lançar livro e nem nada!

E sabe o é que o melhor (ou o pior) disso tudo? Ler o Editorial do Guia! Hahahaha...
Mano, tô lá, folheando o guia no metrô indo pra casa quando li atentamente o que o palhaço escreveu. Um trechinho:

"Alguém definiu bem esse espírito de luxo: estou deitado no hotel, na minha temperatura mais confortável e, se quiser, posso estender a mão e tocar a dela. Sinto o cheiro do mar e pela janela absorvo também um aroma delicioso de alguém fritando cebolas. Estou saboreando champanhe e posso ouvir as gaivotas, a água batendo e som suave do barco de pesca. Tudo isso sem a tirania dos relógios..."


É... Legal, né?! Quando se lê todo o contexto então... fica pior ainda! Vou poupá-los disto...


De uma coisa eu tenho certeza: Eu tenho horror a RICO! H-o-r-r-o-r!




Ps.: O melhor desse Guia não é a festa, não é o champagne, o autófrago e muito menos o Amaury Jr. O melhor é a CAPA com a foto do prato do La Vecchia Cucina, meu cliente. Xupa que é de UVA. É tudo nosso, mermão!

.

2 comentários:

  1. Ro, acho que você tem mais é que ir mesmo, viu. Vai lá, toma a champa da granfinage, faz biquinho pro câmera do Amaury, ri das dondocas que conseguem estar emperequetadas e em cima do salto no meio da semana por não ter mais nada com o que se preocupar... E, sabe do quê mais? Qual o problema da calça jeans? A Marta tá certa, nós somos a ralé! A ralé que faz esses caras serem o que são, que faz com que sejam notícia! E tudo bem estar de jeans e tênis, pois a capa do guia, o motivo de toda essa frescurada, é responsa de quem? de quem? Desse serzinho que senta do meu lado, de calça jeans e sapato mais ou menos, óculos, sorrisão e as melhores piadas que eu já ouvi!!! Morro de orgulho de ser sua dupla e mais ainda de poder ser tua amiga!

    ResponderExcluir
  2. roberta nina galisteu

    só com esse nome gata tu abra essa porta de banco e mais e mais outras, cara ! tu é jornalista

    deixa de ser besta que jornalista é muito mais xique, chiq, chik sei la muito mais do que qqr coisa kkkk

    vc é impagável por isso que eu BECAUSE I LOVE YOU e tenho miitis siididis de quando a gente ria pra caralheoooo

    bjs

    ResponderExcluir

Senta o dedo aí!